Amados gatos - todo o mundo os ama - excepto quem tiver um coração insensível ou não os entenda. Eis a minha contribuição e apreço para essas maravilhosas criaturas de Deus. Bem hajam, queridos bichanos!

O melhor sistema para procurar e divulgar animais encontrados em Portugal inteiro.

Consulte a página - http://www.encontra-me.org/


Amados gatos:

Um saudoso ADEUS ao Floco de Neve e à Kika que enfeitaram a minha vida.

Em vossa memória e como última homenagem, este blog continuará a existir.
Receberá as mensagens dos donos magoados e as imagens dos que, como vocês, amados gatos, já partiram em busca do paraíso.

Procurem-nas na tag: 02-adeus, amados gatos

Por favor, contactem-me por

ou através dos comentários neste blog.

Obrigada!

05
Jan 05

gatopreto-mexercauda.gifSe um gato pudesse escrever, talvez escrevesse uma carta como essa.

Prezado colega bípede,

Para você, humano, que nunca teve contacto com animais como eu, (e que não sabe, portanto, o que é ser gato), quero informar algumas características da minha espécie.

Desde pequenininho soube que a limpeza é uma das minhas marcas registradas.
Minha mãe me lambia dedicadamente até meu pêlo ficar limpinho e macio.
Logo aprendi e passei a me lamber sozinho.
Se nada estiver errado com minha saúde, é assim que você vai me ver todos os dias: limpinho e, ainda assim, me limpando à toda hora.
E para minha saúde estar sempre óptima, me leve logo ao veterinário. Eu preciso de vacinas para não ter doenças, e preciso, quando pequeno, de tratamento para vermes, pulgas ou parasitas.
Eu não quero infectar a sua casa.
O doutor também explicará quais cuidados deve ter comigo e qual o melhor alimento para mim. Ah, sim, não esqueça de deixar sempre à minha disposição água limpa e fresca, para beber.

Por favor, para não “nos” fazer sofrer, me dê uma caixa com granulado sanitário (ou até mesmo areia). Farei minhas necessidades lá e agradeço a sua atenção em retirar a areia suja sempre que possível. Meu olfacto é muitas vezes mais sensível que o dos cães (que já é muito poderoso) e eu não suporto mau cheiro.
Pensando bem, você também detesta usar um banheiro sujo, não é mesmo?
E detestaria ver que eu usei os seus vasos de plantas (ou outros lugares) para me aliviar, né?
E eu ficaria muito sentido de ver você bravo comigo...

Precisamos confiar plenamente um no outro. Por isso, por favor, não me castigue se eu fizer alguma “arte” com algum objecto seu.
É simples: você não me bate e não me ameaça e eu não arranho nem mordo você...
Se eu fizer algo que você não gosta, fale comigo num tom de voz um pouco mais sério. Diga “não” com pouquinho mais de energia, e eu já aprenderei que aquilo que eu fiz deve ser… ????? … 
Sou bem menos explícito, de maneira geral, do que o nosso colega da raça canina. 
Não espere que seu seja submisso como ele. Tenho personalidade forte e agradeço o respeito que você puder me dedicar. A prática disso entre vocês, humanos, produz os melhores resultados. Comigo não é diferente.
Além disso, eu respeito muito a sua personalidade e a sua maneira de ser.
Com a convivência, você verá que eu sou muito subtil, quase telepático, no que se refere à nossa comunicação.
Quanto estou satisfeito e me sentindo protegido, eu ronrono. Quanto mais você me observar, mais se acalmará e aumentará sua sensibilidade e intuição. É uma óptima terapia.

Outra característica minha é a curiosidade. Estou atento a tudo e examino cada coisa nova que aparece na minha frente.  Se você trouxer uma sacola, eu acabarei entrando dentro dela. Se trouxer uma caixa, acharei delicioso me esconder lá. Adoro novidades, mistérios e
esconderijos! Vivo procurando lugares inusitados para me esconder (e tirar uma boa soneca) ou só para me divertir.

Quando eu vivia com minha mãe e meus irmãos, eu achava que estava no Paraíso. Aliás, estava mesmo! Quando fui separado deles, fiz um reconhecimento do novo lugar onde passei a viver e fiz dele o meu novo Paraíso. Onde quer que eu esteja, levo junto a consciência de estar num bom lugar. Esta é minha filosofia de vida: acredito fervorosamente que tudo o que existe faz parte do Paraíso e está aqui para meu prazer. E vivo com sabedoria.

Como o Paraíso sugere bem-estar, felicidade e plenitude, encaro todas as coisas que me rodeiam de uma forma peculiar: tudo, para mim, é presente de Deus e pode ser usufruído com alegria.
Tudo o que existe, para mim, é coisa de brincar. Sou como a mais inocente das criancinhas. Tudo eu transformo em brinquedo, tudo existe para me fazer feliz. Nunca me fói dito que existe algum brinquedo proibido no Paraíso. Portanto, se houver alguma coisa na sua casa que você queira que eu não chegue perto, que eu não brinque ou deite nela, por favor, me oriente. Delicadamente. Eu sou muito sensível e inteligente e aprendo bem rapidamente.
Também sou brincalhão e muito sensível aos sentimentos humanos e a tudo que os cerca.

Sou muito feliz por estar vivo e logo você notará esse meu sentimento.
Espero até, de alguma forma, que isso seja contagioso e você assimile esse meu maravilhoso sentimento de ser uma criatura de Deus que vive, feliz, num Paraíso. Mas, o que é melhor: sem nenhum sentimento de pecado, de culpa ou de vergonha.
Espero que sejamos muito felizes juntos.

Um ron-ron agradecido a você, do seu
Gato.
----------------------------
donaminucia@bol.com.br
Brasília-DF
-DF

LauraBM às 18:20
TAGS - TEMAS DO BLOG «clique em cima»:

HOMENAGEM AO GATO

Homenagem ao mais belo e versátil animal doméstico

que JAMAIS será domesticado.

O paraíso JAMAIS será paraíso

a não ser que os meus gatos estejam lá, esperando-me.

arquivos
Banners

mais sobre mim
pesquisar neste blog